‘Com os pés no chão’, diz Braide após nova pesquisa

0comentário

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos-MA) comentou, nas redes sociais, os números da pesquisa do Instituto Prever, divulgada neste sábado (4) e que aponta a sua vitória na eleição para a Prtefeitura de São Luís.

Braide disse que recebeu o resultado com “os pés no chão e o coração cheio de alegria e gradidão”.

“Com os pés no chão e o coração cheio de alegria e gratidão, recebi os números da pesquisa divulgada hoje, que mostram a nossa liderança na disputa para a Prefeitura de São Luís”, afirmou.

Desde o ano passado, Eduardo Braide vem liderando todas as pesquisas divulgadas na corrida para a Prefeitura de São Luís.

Foto: Divulgação

Leia mais

sem comentário »

Sampaio renova contratos com Paulo Sérgio e Eloir

0comentário

Depois de mandar embora alguns dos seus bons jogadores que estavam no elenco no início da pandemia, o Sampaio resolveu anunciar a permanência de dois de seus ídolos: o zagueiro Paulo Sérgio e o volante Eloir.

Paulo Sérgio chegou a receber proposta de rescisão, mas não aceitou fazer acordo. Eloir chegou a ser dispensado pelo clube.

Próximo de reiniciar as atividades e vendo que não conseguiria jogadores à altura dos dois ídolos e depois de muitas críticas de torcedores e da imprensa esportiva, o Sampaio resolveu recuar e anunciou o acordo com os dois, pois poderiam aparecer no Moto Club ou mesmo no Imperatriz nos próximos dias.

Na segunda-feira (6) quando reinicia as atividades, Eloir e Paulo Sérgio se reapresentam e serão peças fundamentas na briga pelo título do Campeonato MAranhense e no Campeonato Brasileiro Série B.

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

sem comentário »

Sem e com a toada do boi

0comentário

Por José Sarney

Nessa imensa tragédia da pandemia de Covid-19 — que atinge números difíceis de imaginar, crescendo agora a 50 mil casos por dia e já sendo mais de um milhão e meio, com mais de 60 mil mortes — ficamos em casa, no necessário isolamento para que a calamidade seja menor e perdemos o convívio diário com a família e os amigos. Mas no mês passado o que faltou também foi a alegria de tambores, matracas, a alegria da festa que toma conta da cidade.

As festas juninas devem ser uma adaptação das comemorações do solstício de verão na Europa, celebrado com fogueiras e dança. Ainda hoje há festas em toda a Europa. De lá, de Portugal, vieram para o Brasil, já cristianizadas, centradas na trilogia Santo Antônio, São João e São Pedro, e adotando a maneira portuguesa de reunir em torno de mastros e usar os trajes tradicionais.

Nos Açores, de onde vieram alguns dos primeiros colonizadores do Maranhão, as festas juninas incluem o boi – boi de verdade, solto nas ruas. Daí a presença, que já se estendeu por quase todo o Brasil, das diversas formas de dança com o boi, mas que só sobrevive com força entre nós, no bumba-meu-boi, e em Santa Catarina – também colonizada por açorianos –, no boi de mamão.

Os bois de matraca se reuniam todos os anos no João Paulo, porque a polícia os proibia de chegar ao Centro. Os bois eram tidos como brincadeira de caboclo e a cidade, preconceituosa, não os deixava descer. Em 66, governador do Estado que adorava os Bois e os acompanhara na mocidade, mandei que brincassem na cidade inteira. Para começar, trouxe o primeiro para dançar no Palácio do Leões.

Roseana herdou esse gosto pelo Bumba-Meu-Boi e pelos folguedos populares. Ela tem a consciência da importância da cultura popular. Com o seu incentivo, as festas se enriqueceram, mantendo sempre seu espírito espontâneo, sua tradição de não se comercializar.

Aqui prevaleceu o boi autêntico, com seus sotaques, boi de matraca, boi de zambumba, boi de orquestra, boi da baixada, e seus personagens, o dono da fazenda, o Pai Francisco, a Mãe Catirina, as índias, os vaqueiros, os caboclos de fita e de pena, o cazumbá. O miolo dança com o boi, os mutucas distribuem cachaça. Mantivemos também as variantes das fantasias, aqui as fitas, ali as penas, sempre o brilho das contas. Os couros dos bois falam por si mesmos, na extraordinária inventividade dos desenhos e das cores.

Felizmente a cultura do Bumba-Meu-Boi, revigorada por Roseana, é hoje parte essencial de nossa personalidade, e somos capazes de fazer como ela, no pequeno filme em que canta para minha bisneta Luísa: “Eu te levo, morena / pra onde meu boi te levar.” E com as toadas do Boi ganhar forças para enfrentar a pandemia.

Coluna do Sarney

sem comentário »

Famem esclarece aplicação dos recursos contra a Covid

0comentário

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão vem a publico esclarecer sobre a aplicação dos recursos assegurados pela Portaria 1666/2020, publicada no Diário Oficial da União em 1º de junho, destinados ao enfrentamento do coronavírus. O montante é de R$ 13,8 bilhões, transferidos em parcela única, provenientes de Medidas Provisórias.

O secretário executivo da Famem, Marcelo Freitas, lembra que tais recursos não são frutos de emenda parlamentar e assinala que os repasses financeiros em sua integralidade devem ser utilizados prioritária e exclusivamente em ações de saúde no município. Freitas alerta sobre a observância da Lei no 13.979/2020 e prestação de contas sobre a aplicação dos recursos por meio do Relatório Anual de Gestão (RAG), de acordo com o que está estabelecido pela portaria.

Marcelo Freitas chama atenção ainda para as alterações da portaria 1666/2020 estão acessíveis em anexos republicados no DOU nº 124-A, de 1º-7-2020, Seção 1, Edição Extra, pág. 1, com incorreção no original. Em Nota Técnica 24/2020, a Confederação Nacional de Municípios orienta sobre a aplicação dos recursos SUS para o enfrentamento da Covid-19 e transposição e transferência de recursos – LC 172/2020.

A distribuição dos recursos para a gestão municipal obedece critérios claros, considerando índices populacionais e os valores do Piso de Atenção Básica (PAB) de 2019. Os valores são dirigidos à produção de médica e alta complexidade, segundo registro que constam nos Sistemas de Informação Ambulatorial e Hospitalar do Sistema Único de Saúde, SUS.

Os recursos, portanto, devem ser aplicados na atenção primária e especializada, vigilância em saúde, assistência farmacêutica, aquisição de suprimentos, insumos e produtos hospitalares.

Podem ser destinados ainda para o custeio do procedimento de Tratamento de Infecção pelo coronavírus, previsto na Portaria, bem como a definição de protocolos assistenciais específicos para o enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Maranhão se aproxima dos 90 mil casos da Covid-19

0comentário

O Maranhão registrou, neste sábado (4), mais 32 novos óbitos pela Covid-19, sendo 14 na Região Metropolitana de São Luís e 18 no interior, além de 843 novos casos (162 na Região Metropolitana de São Luís e 681 nas demais cidades maranhenses).

Os números da pandemia do novo coronavírus no Maranhão são: 89.057 casos, com 2.185 mortes, 68.655 pessoas recuperadas 6.944 suspeitos em 216 municípios do estado. Apenas Lagoa do Mato não registrou caso da doença segundo a SES.

Os óbitos de hoje foram registrados em Apicum-Açu (1), Bacabal (1), Codó (1), Conceição do Lago Açu (1), Esperantinópolis (1), Governador Newton Belo (1), Igarapé Grande (1), João Lisboa (1), Paço do Lumiar (1), Timon (1), Viana (1), Vitorino Freire (1), Zé Doca (1), Colinas (2), Santa Inês (4) e São Luís (13).

Em julho já são 137 óbitos. No mês de junho foram notificados 1.071 óbitos. Em março foram 63 óbitos, em abril 203 e em maio 705 mortes pelo novo coronavírus no Maranhão. Veja na imagem o quadro de mortes por faixa etária pela Covid-19.

A taxa ocupação de leitos de UTI em São Luís é de 78,98% e de leitos clínicos de 25,88%. Em Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI é de 87,04% e a de leitos clínicos de 77,88%. Nas demais cidades maranhenses a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 49,77% e de leitos clínicos 35,76%.

Segundo o boletim da SES, 2.493 profissionais da Saúde já foram infectados e 2.321 recuperados. ao todo foram 45 óbitos.

Foto: Reprodução/SES

sem comentário »

Flávio Dino confirma R$ 1,1 milhão para o futebol

0comentário

O Campeonato Maranhense que será reiniciado em agosto terá o patrocínio da ordem de R$ 1,1 milhão do governo do Maranhão e do Grupo Equatorial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

A confirmação do patrocínio foi feita pelo governador Flávio Dino (PCdoB), durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (3).

“Autorizei já para que haja a aprovação do projeto de incentivo fiscal. O Grupo Equatorial que irá, com a isenção fiscal do governo do estado, patrocinar como temos feito desde o início do governo. Eu já autorizei na semana passada. Esse apoio é de 1 milhão e 100 mil reais para que o Campeonato Maranhense de Futebol possa se realizar”, disse o governador.

Caberá aos 8 clubes que disputam o Campeonato Maranhense e à Federação Maranhense de Futebol (FMF) a definição sobre os valores que cada equipe terá direito.

Foto: Reprodução

sem comentário »

Bar é autuado por aglomeração, mas e os postos?

0comentário

Aconteceu de novo.

Mais uma vez, alguns postos de combustíveis em São Luís ficaram lotados na noite de sexta-feira (3). Mas houve registro também de aflomeração no Bar Nosso Canto.

Na redes sociais, o secretário de Saúde, Carlos Lula registrou a autuação de um bar em São Luís por descumprimento do decreto do governo do Maranhão, mas não registrou nada quanto à aglomeraçào nos postos de combustíveis.

“O bar será autuado pela Vigilância Sanitária Estadual por descumprimento do termo de fiscalização. Continuam proibidas atrações musicais, culturais ou de qualquer natureza que promova aglomerações (Portaria nº 42/2020) e a cada descumprimento, uma medida será tomada”, disse.

Lula fez um apelo à população para que evite aglomeração neste momento.

“Peço que a sociedade nos ajude, até para que possamos retomar no futuro as nossas atividades culturais. No atual momento, promover aglomeração é promover a disseminação do vírus”, afirmou.

Foto: Redes Sociais

sem comentário »

Eduardo Braide vence em todos os cenários do 2º turno

0comentário

A pesquisa do Instituto Prever realizada entre os dias 29 de junho e 2 de julho, também avaliou eventuais confrontos de segundo turno e mais uma vez Eduardo Braide (Podemos), venceria a eleição em qualquer circunstâncias.

No cenário estimulado entre Braide e Duarte, o deputado federal vence com 68,6% dos votos contra 14% de Duarte Júnior. Brancos e nulos contabilizam 9,4% e não sabem ou não responderam representam 8%.

No cenário estimulado, entre Eduardo Braide e Neto Evangelista, o deputado federal chega aos 70,1% contra 12,5% do deputado estadual. Brancos e nulos somam 9,7% e não sabem ou não responderam 7,7%.

Quando o cenário é contra Rubens Pereira Júnior, Eduardo Braide desponta com 75% contra 6,7% do ex-secretário das Cidades. Branco e nulo somam 10,5% e não souberam ou não responderam 7,8%.

Wellington do Curso é o que apresenta o melhor resultado no duelo do segundo turno, ele desponta com 19,6% contra 65,8% de Eduardo Braide. Brancos e nulos somam 8,3% e não sabem ou não responderam representam 6,3%.

A pesquisa do Instituto Prever possui uma margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

Blog do Diego Emir

Foto: Reprodução

sem comentário »

Duarte Jr segue como melhor nome do grupo de Flávio Dino

0comentário

De acordo com pesquisa realizada entre os dias 29 de junho e 2 de julho pelo Instituto Prever, Duarte Jr (Republicanos) segue em segundo lugar e, disparado, é o melhor nome do grupo dos pré-candidatos apoiados pelo governador Flávio Dino (PCdoB). Veja os números aqui.

Outro ponto positivo para Duarte é que sua rejeição é baixíssima, mesmo que seja um dos nomes mais atacados pelos adversários, oscilando fora da margem de erro com 3,3%.

O pré-candidato segue se articulando e já conta com apoio do Partido Social Liberal (PSL), do Partido Trabalhista Cristão (PTC) e de importantes vereadores de mandato, como Pereirinha, Genival Alves, Antônio Garcez e Chico Carvalho. Duarte também é um dos pré-candidatos que tem mais contato com a realidade dos moradores de São Luís. Quase que diariamente ele vem realizando agenda nos bairros da cidade, ouvindo as pessoas, colhendo reivindicações e apresentando ideias para a cidade.

A pesquisa do Instituto Prever tem margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada sob o protocolo MA-04571/2020.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Pesquisa aponta vitória de Eduardo Braide no 1º turno

0comentário

O pesquisa do Instituto Prever realizada entre os dias 29 de junho e 2 de julho, mostra que Eduardo Braide (Podemos), venceria a eleição no primeiro turno se ela fosse feita hoje. O deputado federal terminaria a eleição com mais de 50% dos votos válidos em todos os cenários estimulados. Para ter essa definição são eliminados aqueles que dizem votar nulo ou branco e aqueles que ainda estão indecisos, os classificados como não sabem ou não souberam responder.

No entanto, o Instituto Prever faz um alerta. Apesar dos votos válidos garantirem a vitória de Eduardo Braide, deve-se lembrar que os indecisos, não sabem ou não responderam, podem mudar tomar uma decisão até lá e mudar o cenário, tanto favorecendo a Braide como desfavorecendo, ou seja, a analise é exclusiva dos dias atuais.

No primeiro cenário estimulado, Eduardo Braide terminaria a eleição com 50,1%. Duarte Júnior teria 10,3% e  Wellington do Curso 10,2%. Adriano Sarney (PV) aparece com 8,3%. Um pouco mais abaixo Bira do Pindaré (PSB) teria 6,8%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 6,1%. Depois Madeira (SDD) com 2,8%; Jeisael Marx (Rede) com 1,5%; Rubens Júnior (PCdoB) 1,4%; Dr Yglesio (PROS) 1,2%; Detinha (PL) 0,9%; Silvio Antônio (PRTB) 0,2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,1%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

No segundo cenário, sem Wellington do Curso e Silvio Antônio, Eduardo Braide chegaria a 52,8%. Duarte Júnior teria 10,8% e Adriano Sarney (PV) com 8,8%. Um pouco mais abaixo oscilando, aparece Bira do Pindaré (PSB) com 8,4%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 7,7%. Depois Madeira (SDD) com 3,2%; Jeisael Marx (Rede) com 2,8%; Rubens Júnior (PCdoB) 2,0%; Dr Yglesio (PROS) 1,9%; Detinha (PL) 1,2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,4%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

No terceiro cenário, onde são excluídos Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide terminaria com 50,4%. Duarte Júnior abre o pelotão dos demais pré-candidatos com 10,3%, empatado com Wellington do Curso com 10,3% e Adriano Sarney (PV) com 8,4%. Um pouco mais abaixo, aparece Bira do Pindaré (PSB) com 6,9%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 6,4%. Depois Madeira (SDD) com 2,8%; Jeisael Marx (Rede) com 1,6%; Rubens Júnior (PCdoB) 1,4%; Dr Yglesio (PROS) 1,3%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,1%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

No quarto cenário, onde são retirados Wellington do Curso, Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 53%. Duarte Júnior terminaria com 10,9% e Adriano Sarney (PV) com 8,9%, seguido por Bira do Pindaré (PSB) com 8,4%, Neto Evangelista (DEM) com 7,8%. Depois Madeira (SDD) com 3,3%; Jeisael Marx (Rede) com 3%; Rubens Júnior (PCdoB) 2,1%; Dr Yglesio (PROS) 2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,4%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

A pesquisa do Instituto Prever possui uma margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

Blog do Diego Emir

sem comentário »
https://zecasoares.com.br/wp-admin/
Twitter Facebook RSS